Condado de Alameda


O estudo condado de Alameda na California, Estados Unidos foi o primeiro grande estudo a analisar a qualidade de vida das pessoas, num esforço para correlacionar a adoção de um estilo de vida saudável com a qualidade de vida. Foram selecionadas 6928 pessoas moradores do Condado de Alameda que responderam uma série de perguntas sobre o seu estilo de vida e a qualidade de sua saúde. As mesmas perguntas foram feitas novamente para essas pessoas em 1973, 1985, 1988, 1994 e 1999. 

Os resultados revelaram os seguintes fatores que influem positivamente na qualidade de vida das pessoas: 

  • Dormir de 7 a 8 horas por noite 

  • Fazer as refeições sempre no mesmo horário 

  • Praticar exercícios regularmente 

  • Limitar o consumo de álcool 

  • Não Fumar 

O status socioeconômicos das pessoas mostrou não estar diretamente relacionado com a qualidade de vida das pessoas. Estudos posteriores analisaram a relação entre os fatores sociais e a qualidade de vida. Se concluiu que as pessoas que frequentam a igreja regularmente e tem um casamento estável, tendem a ter uma melhor qualidade de vida. Os resultados também comprovam que os hábitos saudáveis têm maior influência na saúde das pessoas que o status de sua saúde inicial. 

Os hábitos saudáveis além de ajudar a ter uma boa qualidade de vida, promovem também a longevidade, retardando o aparecimento de doenças crônicas e morte. 

Se pode concluir que os hábitos saudáveis sozinho não podem predizer a idade da morte do indivíduo, mesmo assim, esse ainda é o principal indicador existente. 

Os resultados reforçam a crença dos profissionais da saúde que os hábitos saudáveis são essenciais para a manutenção e melhora da saúde das pessoas. Outros aspectos como nutrição, religião, relacionamento estável combinados tem influência positiva e auxiliam na qualidade de vida e prevenção de doenças. 

A promoção desses hábitos tem um impacto determinante na vida das pessoas e deveria ser incentivado a ser adotado por todas as pessoas, independentemente de sua condição social.